COMO SABER SE UM IMÓVEL TEM DÍVIDAS E COMO REGULARIZÁ-LAS?

Você sempre sonhou em comprar um imóvel para sair de vez do aluguel, ao visitar um deles com a intenção de fazer negócio, descobre que o preço está bem abaixo do valor de mercado, você compra sem pensar duas vezes ou desconfia da oferta? 

Se você é daqueles que aproveita a “oportunidade” do preço baixo sem pensar muito, tome cuidado! Você poderá cair em um golpe, e ter que pagar dívidas inesperadas de terceiros, elevando a venda inicial do imóvel.

Para te ajudar a não passar por perrengues como esse, listamos as principais dívidas que você precisa consultar antes de efetuar a compra de um imóvel. Confira!

IPTU

O Imposto Predial e Territorial Urbano é um dos mais caros, sendo recolhido anualmente pela prefeitura da região. Para evitar o pagamento indevido dos impostos atrasados, é possível solicitar ao proprietário a Certidão Atualizada do IPTU antes de realizar a compra. Caso possua o número de inscrição do imóvel, a consulta de débitos do IPTU pode ser feita de maneira online no site das prefeituras.

ITBI 

Sobre o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis, é possível realizar sua consulta junto à prefeitura da região ou por um corretor, que é quem possui maior entendimento das leis de onde está situado o imóvel. E também, saber em quais os casos e os valores do imóvel a taxa pode receber isenção.

Taxa de corretagem

Consulte a imobiliária sobre a cobrança da taxa de corretagem e as pendências relacionadas a ela. Essa taxa é o vínculo efetuado no contrato de compra e venda do imóvel, quando o cliente faz uma visita através de um corretor. A tabela com as taxas de corretagem em São Paulo, por exemplo, varia de 4% a 10%, dependendo da natureza do imóvel. Veja:

Para empreendimentos a taxa pode variar – de 4% a 6%;

Para imóvel judicial – 5%;

Imóveis urbanos ou industriais – de 6% a 8%;

Imóveis rurais – de 8% a 10%.

Taxas da escritura pública e do Cartório de Registro de Imóveis 

Estas são as taxas mais altas cobradas nos cartórios, que giram em torno de 1% do valor do imóvel, como exemplo, se o imóvel custa 350 mil reais, a taxa será de 3.500 reais.

Taxas de condomínio 

Solicite ao síndico ou ao corretor uma declaração de quitação de débitos condominiais, atestando que não há pendências relativas ao condomínio, recaindo no valor do imóvel a ser comprado. Verifique também se há nos registros das assembleias do condomínio se há algum acordo de novas taxas ou ajuste nas existentes.

Vale salientar a importância de solicitar a certidão de quitação emitida pela justiça estadual e federal de quem está vendendo o imóvel, para saber se é realmente idôneo e o verdadeiro proprietário ou representante legal.

Acima elencamos algumas das taxas que podem virar dívidas e uma dor de cabeça enorme para o novo comprador do imóvel, quando este negligencia a existência delas. 

Abaixo listamos os riscos de não se conferir todos esses documentos que são gerados a partir dos pagamentos das taxas. Confira!

Riscos de não conferir as dívidas e os documentos de regularização do imóvel

– Ter a dívida de terceiros transferida para o seu nome;

– Ter o contrato de compra e venda anulado na justiça por inúmeros fatores;

– Impossibilidade de cessão do contrato;

– Ter que pagar honorários de advogados por situações inesperadas e que não lhe dizem respeito diretamente;

– Ter que cancelar a negociação e ir atrás de outro imóvel.

Quer evitar dívidas e os riscos de adquiri-las? Contrate uma Assessoria Imobiliária Especializada para te auxiliar na compra ou venda de um imóvel. Fale com nosso time pelo WhatsApp.


Este conteúdo foi útil para você? Cadastre-se na Newsletter e receba outros artigos como este. 

Gostou desse Artigo?

Receba conteúdo gratuito em primeira mão.
Não lhe enviaremos SPAM.

Seja atendido agora pelo nosso time

Nossos Endereço

Outros Contatos

Central de Atendimento

©2021 Reno Properties – Todos os direitos reservados